sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Etiqueta gay para se sair bem na pegação


Uma coisa é certa. Todos acham que deve ter um código de conduta para ambientes de pegação, paqueras e similares. O Grupo Gay da Bahia (GGB) procurou ouvir alguns donos de estabelecimentos comerciais de Salvador e saber o que eles indicam como inadequado no comportamento de seus clientes. Não deu outra à gritaria foi total. Só um Termo de Ajustamento de Conduta pode indicar caminhos para educar muitas pessoas que ainda não sabem se comportar nesses ambientes. Tem gente que não se manca mesmo. A boa etiqueta recomenda que quando se adentra nesses locais, chega-se pianinho, devagar, observando para não ser notado de imediato. Boas maneiras é sempre algo elegante em qualquer circunstância. 
Convém chegar a um ambiente desse e fazer uma analise do local, olhar, discretamente subir descer se mostrar aos demais de forma discreta, mesmo porque todos já perceberam que chegou gente nova no pecado, certamente logo você será abordado por um possível pretendente. Assim, evite o escândalo de se mostrar de forma ostensiva porque isso incomoda quem já está lá realizando a função. Além do mais os caras mais durinhos tem mais chances de se darem bem nesses ambientes. Lembre-se dos anúncios da internet “afeminados, nada contra, mas não gosto, alguns dizem odiar” (eu acho um absurdo expressar-se dessa maneira, mas é desejo e isso não se controla) os que falam menos, expressam virilidade e postura masculina, gesticulam menos tem mais chances de encontrar uma boa parceria ocasional.
Assim, se a criatura chegou com outras galhas, fique na sua, não fale ato com os seus amigos, porque isso desconcentra e incomoda quem já estava lá antes de você chegar. Fale baixinho só para o seu amigo ouvir. Tem bicha que não se toca. Chega falando alto, fechando, falando fino com voz trucosa de Pato Donald, sobe desce, desce e sobe para que todos vejam que ela, a intensa acabou de chegar. Quando não é assim, elas se postam em local estratégico de passagem comum e danam a falar contar casos em alto e bom som para que todos possam ouvir a magnífica história dela. E o papo, ah! Merece uma crônica só sobre ele. Outro dia na Sauna Rios havia duas magrinhas que na entrada do corredor de acesso as cabines se postaram por horas, falando sobre pudor, pode? Pudor, porque eu não faço isso, não sou promíscua, pode um papo desse?
Tem aquelas inconsequentes que vão para o quarto escuro e levam o celular na mão. Pode alguém de sã consciência levar celular para um lugar desse? Merece o que? Ai o que elas fazem com o celular. Ascendem, algumas atendem, outros pegam o aparelho acesso e coloca na direção do rosto da outra pessoa. Ah! Outro dia na Tropical, uma super bicha deu um safanão numa dessas e o celular foi para nos quintos dos infernos. Não concordo com a violência, mas bem feito! Ter de ter norma, mesmo no basfond.
Tem também aquelas que você não quer atendê-las e elas ficam azarando por demais até a pessoa se estressar e partir para a prova dos nove. Deve-se ter o bom senso de que um não quer dois não brigam. Se a criatura que foi assediada diz, obrigado e dá uma tapinha na mão, ela tá sinalizando um não, obrigado deve-se entender esse código. Às vezes até a criatura entende, mas fingi desentendida. Essa é uma pessoa educada que não quer falar alto para não incomodar os vizinhos. Assim, é preciso divulgar um código de conduta ou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para esses ambientes, vamos lá, se você amigo leitor tiver sugestões informe para agente, tá bom.
1 Lugar de sacanagem não é lugar de encontro de comadres. É local de sexo entre homens, em especial saunas, quartos escuros, sex bar. Não é lugar para bate-papo geralmente esses lugares têm áreas especiais para essa finalidade de terapia, inclusive para fumar cigarro. Então se você quer bater papo é melhor procurar um barzinho tomar uma cervejinha ou algo parecido em outro lugar.
2 Se você vai para a sacanagem, quarto escuro, sauna, pista, ruas não se esqueça de levar camisinha, gel lubrificante e talvez um lencinho de pano, caso precise se limpar quando se sujar de algum líquido pegajoso.
3 Em quartos escuros coletivos de boates, saunas e sex bar (queens) não leve celular, se levar não ouse tirar do bolso você pode ser roubado e depois a luz incomoda aos demais. Você não tá esperando uma ligação da Presidenta Dilma, que você não possa deixar o celular no carro ou no guarda volume do estabelecimento, seja racional.  
4 Jamais bote a luz do celular no pau e na cara de uma pessoa que tá na pegação do quarto escuro, nunca. Você pode sofrer um ataque de violência que outros podem adorar ter acontecido isso com você. É muito desagradável! Quem dá a você esse direito?
5 Se você chega nesses ambientes procure ser discreto, meio que invisível, não se preocupe porque todos que já estavam no ambiente já sentiram a sua chegada. Então, pegue uma bebida e comece a fazer psicologia do lugar para sentir onde você pode se inserir. 
6 Evite ficar falando demais. Fale somente o necessário falar alto, atender celular desconcentra quem tá na função. Falar alto demais e exageradamente é visível sinal de falta de educação.
7 Evite ficar parado por muito tempo conversando em locais do tipo corredores de circulação comum a todos. É desagradável, não pense que as pessoas gostam de passar roçando em você, porque não gostam.
8 Se você ocupou uma cabine para descansar ou mesmo para expor a sua figura, se o ambiente estiver lotado e aparecendo um casal, ofereça o local, seja generoso.
9 Se você usar o banheiro cuide para que pareça limpo após sua saída especialmente se você fez chuca. Jogue o papel usado no balde, não urine no chão e nem na tampa do vaso. A pessoa que vai usar depois merece essa gentileza. Não se tranque no banheiro para fazer sexo, especialmente se existem poucos e o espaço aparente ter muitos clientes, seja racional.
10 Cuide para não deixar as torneiras dos banheiros abertas, seja por raiva ou por desleixo. Água é um bem precioso e é dever de todos zelar por essa preciosidade. Se você faz isso para onerar a conta do proprietário do estabelecimento, tá enganando você mesmo. 
11 Em sauna evite ficar fazendo sacanagem com o parceiro em baixo do chuveiro. Isto gasta água desnecessariamente. Se quer transar, vá para uma cabine, quarto escuro, mas não embaixo do chuveiro. É constrangedor para os demais ficarem aguardando você, linda! Terminar a putaria para tomar banho. 
12 Se você encontrar nesse ambiente um global, um famoso o ignore, porque ele ta ali fazendo o mesmo que você. Não tem nada mais constrangedor você chamar essa pessoa pelo nome, puxar conversa, falar dos filmes das novelas. O cara tá ali na sauna, ou em qualquer outro lugar a fim de se divertir, sacou. Nada de papo, só função. Não seja desagradável, se você tem tesão aproveite e se disponha. Quem sabe? Uma criatura relata ter feito sexo com um ator americano em uma sauna gay em Paris.
13 Se você quer bater papo, não quer ficar na função, procure local adequado, áreas livres, ou reservadas para isso.
14 Procure não fumar. Muita gente não gosta de fumaça do cigarro. Isso pode causar problemas quando ao retorno para casa, cheiro de cigarro é revelador.
15 Se você sai para pegação, exclusivamente para isso procure usar roupas leves e que sejam tiradas de forma fácil e rápida. Roupas adequadas são shorts, bermudas com bolso para gel e preservativos em abundância, camisetas de manga e machão. Procure usar roupas de cores mais fechadas, preto, azul,marrom. As cores claras provocam um choque na visão, especialmente se o ambiente for iluminado com luz neon, branco, por exemplo, salta aos olhos.
16 Em quarto escuro qualquer coisa que produza luminosidade é péssimo para quem tá lá dentro.
17 Não deprede o ambiente, não seja maldoso, não estrague por estragar os ambientes de sociabilidade homossexual se sua cidade.
18 Não leve consigo pertences do local. As revistas, desodorantes, aparelhos de barbear, papel higiênico, torneira de pia, lâmpadas elétricas e outros objetos, seja racional. 
19 Não faça necessidades fisiológicas na piscina e nem nos ambientes de sauna seca e vapor. Se precisar fazer vá até o banheiro, não se esquecendo de deixar limpo para quem vai usar após você.
20 Valorize a crítica construtiva e não detone e nem fale mal do estabelecimento só por falar, por inveja e tirania. Se você tem uma reclamação deixe por escrito e cobre depois dos proprietários.
21 Respeite as diferenças do ambiente que você frequente. O mundo é feito de pessoas diferentes. Procure não ser leviano criticando quem não é igual a você. Se você não gosta sexualmente de negros, gordos, passivos e magros fique na sua, não externe essa postura porque ela é muito deselegante. Sexo tem etiqueta e elegância é uma delas.
22 Quando for para esses ambientes procure usar perfumes suaves ou mesmo não usar nada, apenas um desodorante sem cheiro. Nada desagradável como cheiro doce de almíscar, patchouli e outras fragrâncias do gênero. Lembre-se as pessoas buscam o masculino nesses ambientes. O cheiro do perfume ao invés de aproximar pode afastar. Fique atento a isso. O mais correto é antes do basfond um banho bem tomado com água e sabão em abundância, depois um desodorante ou colônia de madeira.
23 Pegação em banheiros de centros comerciais, supermercados, shopping você deve ter o bom senso. Procure evitar porque isso pode causar algum constrangimento não somente a você, mas aos outros. Somos da teoria de que quase tudo pode com descrição e os devidos cuidados especiais. Nesse caso não dê sorte para o azar. Preserve e procure ter cuidado com o espaço do outro nesse ambiente.
24 Demonstração de afeto em público. Alguns podem achar que duas pessoas do mesmo sexo fazendo demonstração de afeto e carinho tais como abraçar, mãos dadas e celinho pode ser atentatório, mas não é. É parte da nossa cultura, faça isso sempre que pode para ir educando as pessoas conviver com as diferenças o mundo é feito de pessoas diferentes.
25 Pegação em áreas livres e campestres das cidades. Muitas cidades existem áreas, às vezes até violentas para essa prática. Em Salvador áreas como as pedras detrás do Cristo, Farol da Barra, Jardim dos Namorados, Pedra do Sal são locais que habitualmente a partir do cair da tarde torna-se áreas de paquera, cuide para que não haja violência e é importante que as pessoas preservem pela segurança das outras. Somos favoráveis a esse território livre e achamos que, inclusive, por ser já tradicional as polícias devem garantir a segurança para não acontecer assaltos e atos de violência. lembre-se de usar sempre a camisinha.

Texto retirado da revista Q! Edição nº 02| Maio de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui expostos não são expressivamente a opinião do autor do blog. As opiniões são livres e de responsabilidade de seus respectivos autores. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos ou qualquer outro que considerar inapropriado em qualquer aspecto não serão aprovados. No mais obrigado por deixar sua mensagem, seu comentário é muito importante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...